quinta-feira, setembro 03, 2009

Um dia de folga, mas de atrocidades também

Hoje não teve consulta nenhuma, uffa. Primeiro e último respiro da semana. E ainda não teve muito trabalho e o transito, misteriosamente, estava mais tranqüilo. Já era tempo, deu pra dar uma relaxada. Tentei marcar 2 consultas pendentes, mas não consegui vaga ainda, era para psiquiatra e nutricionista.

Consegui agendar os exames do pneumologista e agora é aguardar que a semana que vem vai ser tão cheia quanto essa. To começando a acreditar que até a consulta com o novo cirurgiao (dia 30) tudo estará pronto.

Uma amiga disse que o pedido desse cirurgião tem 10 exames de sangue diferentes em relação ao o cirurgião que eu estava indo, como não tenho esse pedido de exame eu vou precisar esperar a consulta com ele, então nas minhas mais otimistas previsões na primeira semana de outubro estarei zerada de exames, laudos e consultas. Vamo que vamo.... tô correndo atrás desse prazo.

...

Hoje eu precisei almoçar na sala do serviço com um colega super gente fina, dividimos um sanduíche e um outro cara que trabalha comigo olhou pra mim e falou quase que gritando “aproveita que depois não vai poder mais nada”, a primeira coisa que eu pensei foi no arrependimento que eu tive de contar para algumas pessoas. Não contei sobre a cirurgia pra muita gente, só para a minha família, alguns amigos mais próximos e as pessoas que passam 8h do dia comigo. Além doque eu contei no serviço pra evitar fofoca e disse me disse.

Assim que a criatura falou isso ficou todo mundo falando sobre a cirurgia, foi a primeira vez que esse assunto ficou falado na sala, até então era só através de chat, discretamente, como eu gostaria que ficasse. Um dia eu explico porque eu prefiro deixar as coisas mais discretas possíveis no meu serviço. É uma longa e triste história que resultou em muitos problemas na minha vida.

Durante a conversinha eu escutei...

• Quantos metros de estomago vc vai arrancar?
• Nunca mais vc vai poder comer
• Vc vai ficar doente
• Vc vai passar mal sempre que comer
• Vc vai vomitar toda hora
• Nunca mais vc vai poder comer direito
• Vc pode ficar louca pq não vai mais poder comer
• Vc vai emagrecer e logo depois engorda tudo denovo com certeza
• Essa cirurgia não resolve nada
• Vai vai arrancar um pedaço grande do estomago?
• Vc vai ficar com cicatriz, não faz não.

Responder cada indagação, pergunta ou melhor.. absurdos desses foi um exercício de paciência, porque a cada uma eu tinha vontade de falar para eles irem se informar antes de afirmar qualquer coisa, pra não dizer a vontade de usar o nosso querido vai se fuder. Mas respondi educadamente cada uma delas.

Quando eu fui explicar que não se “arranca” nada um deles teve a cara de pau de falar que eu estava enganada. Hahaha..... santa paciência, se eu estivesse em uma mesa de bar eu teria sido baixa nessa hora, mas estava ali no trabalho.

É como eu tenho falado, passar por esse pré-operatório tem sido uma lição de paciência.

5 comentários:

Fabiola Neves disse...

Vamos marcar então!
Um grande abraço,
Fabíola

Itelba Gomes Maia disse...

Caraca, ninguem merece esse tipo de comentario heim..e parabens por se manter no salto. Por que lidar com critica de pessoas desinformadas e leigas é terrivél..Olha todos os dias leio seu blog e estou torcendo por vc. Fazem 50 dias que operei e estou mto feliz, desejo a vc toda a felicidade e sorte do mundo.
Bjim

claudia disse...

Nomeu plano tem que se fazer no mínimo 3 meses de terapia. Para mim a grande terapia é passar por todo o processo pré-operatório, principalmente esse explicar sem fim para os que vem comentar coisas absurdas. A gente fica pasma com tanta ignorância, com tanta indelicadeza. Mas vai criando uma casca. No fim estamos tirando de letra. Beijinho

Clau disse...

É,com toda esta situação que estamos passando, no fim concerteza vamos precisar fazer terapia.kkkrsrsrskkkkk!!!!
beijão

Fabiola Neves disse...

Olha,
Nâo fique chateada com o que as pessoas dizem ou pensam.
Vc é que tem que estar bem informada e não eles.
Coisas piores ainda vão vir pra vc escutar, acredite.
Aciona o foda-se e pronto.
Beijinhos