sexta-feira, agosto 14, 2009

Segunda consulta

Levei minha mãe para a segunda consulta com o primeiro cirurgião. Foi melhor doque eu esperava.
Eu emagreci cerca de 2Kg, mas em compensação minha altura caiu para 1.60m oque me deixou com o IMC um pouco maior, agora 39.8. Ao mesmo tempo que acho isso péssimo é bom para a questão do convênio médico que dizem ser bem burocrático em relação a essa cirurgia.

O Dr avaliou o resultado da endoscopia e confirmou a presença do H pilory e prescreveu o tratamento, eu estava bem assustada com oque as bloggueiras falaram sobre o preço do tratamento, eu chutei alto uns R$250 o antibiótico, minha mãe chutou em uns R$900, mas para a felicidade geral o remédio custou R$90,00. Continua sendo caro, mas felizmente posso pagar. O tratamento/medicação para o H pilory vai durar 7 dias e não 30 como eu imaginava e depois do tratamento não é preciso fazer uma nova endoscopia. Não sei se isso é regra para todas as pessoas que tem essa bactéria, mas para o meu caso foi assim.

Depois dessa avaliação o médico conversou com minha mãe sobre a cirurgia, disse que para meu caso a cirurgia é a melhor opção no ponto de vista dele e falou uma coisa mais ou menos assim...

“Quando se tem a idade da sua filha a gente começa a fazer escolhas que definirão o resto da vida, tudo depende dessas escolhas, profissão, relacionamentos, etc e quando uma pessoa tem obesidade essas escolhas são irremediavelmente afetadas”

Pronto era tudo que eu queria que minha mãe escutasse e que todos que julgam essa cirurgia ouvissem de um médico.
Fazer uma cirurgia desse porte passa além das barreiras estéticas... é uma questão de saúde, social e de bem-estar.

Depois de muita conversa o Dr. me passou o pedido de várias consultas que passei o dia de hoje marcando. Essas consultas servem para que cada médico de o seu laudo sobre se estou ou não apta a passar por uma cirurgia. Já vi algumas bloggueiras dizendo que alguns médicos enrolam ou negam o laudo ou por serem contra a cirurgia simplesmente não avaliam ou autoriza a cirurgia. Isso dá o maior medão porque eu vou ficar muito puta se isso acontecer. No meu ponto de vista o médico tem que dar o laudo de forma profissional dizendo se eu estou apta ou não e se isso vai ser ruim ou bom para meu caso e jamais falar sobre sua opinião pessoal que a cirurgia é ruim ou boa sem se quer avaliar os casos individualmente. Agora é ir em um por um e ver oque acontece.

Eu imagino que cada consulta gere outras consultas ou exames, essa lentidão me mata, mas sei que é muito importante cada coisinha que os médicos pedem.

Consultas marcadas:

· 00/00 – Exame completo de sangue
· 17/08 – USG de abdome total
· 26/08 – Fonoaudiólogo
· 26/08 – Nutricionista
· 27/08 – Psicólogo
· 02/09 – Pneumologista
· 02/09 – Cardiologista
· 16/09 – Endocrinologista


Se nenhuma consulta gerar nenhuma consulta ou exame ou ainda se nenhum médico enrolar ou negar o laudo, provavelmente no dia 16/09 estarei com todos os laudos em mão preparada para marcar a última consulta com o primeiro cirurgião.

Esse sábado fui convidada por uma amiga para ir a um encontro de moças que passaram pela cirurgia ou estão em pré-operatório e eu vou com certeza, além de poder conhecer gente nova vou poder falar sobre a cirurgia sem medo de escutar aberrações verbalizadas hehe.

3 comentários:

Ingrith disse...

Oi Claudia, te achei aqui e li o blog todinho. E tenho observações:

a) Sua lista, acho bacana fazer, mas vc vai reparar que tudo que vc quer fazer magra vai acontecer naturalmente, tudo muda, postura, auto estima, confiança (o que é um perigo, a gente se acha demais), vaidade e outras coisas

b) "quando uma pessoa tem obesidade essas escolhas são irremediavelmente afetadas” Achei a mais pura verdade, por mais que não parece a gordura nos impede de muitas coisas, mas pode ter certeza que sua decisão de operar vai mudar tudo!

Estou feliz por te conhecer e estou na torcida por vc!

Nadja disse...

Oi, também estou no pré-operatório.Passa lá no meu blog.Bjs

vergonhadeque? disse...

Brigada meninas!!