domingo, outubro 11, 2009

Ele nao quer saber...

Eu e meus causos...

Último dia 09 fez 4 meses de correria atrás de exames.
Essa semana deve ter feito 6 meses que anunciei a cirurgia para meu irmão do meio, eu sou a mais velha.

Gosto muito dele, mas temos personalidades totalmente diferentes... totalmente opostas em todos os sentidos. Hoje a gente se suporta e até dá pra ser gentil um com o outro ou se tolerar um pouco mais, mas até eu sair de casa mal podíamos nos olhar que saia fogo. Não nos odiamos, mas acho que durante um tempo isso chegou a ser um fato.

Apesar de tudo gosto muito dele e sei que ele gosta de mim. Nos momentos de desespero e problemas e tudo mais a gente se comporta verdadeiramente como irmãos.

É uma situação delicada, mas ultimamente eu diria que estável há uns 2 anos... nesse tempo acho que só discutimos umas 2 vezes, uma delas até foi forte, mas nada insuperável.
No final nos amamos e queremos o melhor um pro outro, mas isso não significa que temos a relação mais dócil.

Durante esses 6 meses em que avisei que estava interessada na cirurgia nunca falamos sobre ela, ele nunca me perguntou absolutamente nada sobre a cirurgia, sobre o procedimento, sobre nada. Nada. Nada. Nada.

As vezes que tentei conversar sobre isso ele não falou nada, nem nada, nem nada... nada.
Algumas pessoas totalmente detestáveis e descartáveis da minha vida sabem muito mais sobre isso doque meu irmão.

2 comentários:

claudia disse...

Eu tenho um irmão que também não fala nada. Um que fala demais e ficava tentando me fazer desistir e o outro mudo. Eu penso assim: todos dois me amam demais e por isso tem medo. Por isso um fala até, por medo de me perder. O outro não fala nada pelo mesmo motivo e também porque quer me ver melhor. Até nós mesmas somos assim. Vivemos esse conflito de querer fazer a cirurgia e ter medo de fazê-la. Se eu foose meu irmão acho que também ficaria calada....

Fabiola Neves disse...

Claudia,
Passei por isso tambem!
É terrível não ter o apoio dela!
Mas... fazer o que né?
Cada um reage de um jeito, mas depois, todos ficarão felizes com sua vitória, tenho certeza!!!
Fabíola