sábado, novembro 14, 2009

Autorização negada

Sexta-feira 13, sai do meu serviço com um inacreditável otimismo, no caminho para a perícia fiquei pensando como disfarçar minha felicidade ou satisfação para o pessoal que trabalha comigo na hora que eu voltasse com a esperada boa notícia.

Quando cheguei no estacionamento da perícia eu parei um pouco dentro do carro e pensei… daqui a alguns minutos eu volto muito feliz aqui pra dentro.

Revisei os documentos da minha pasta e fui para o consultório.

Era uma médica...
Ela sentou lá na cadeira dela…
Explicou oque iria fazer…
Fez umas perguntas e………………………………. ai começou a palhaçada.

Toda pergunta que ela me fazia não me deixava responder, na minha primeira palavra de resposta ela me interrompia com um termo médico que eu não consegui decifrar.

Quando eu entendia alguma afirmação absurda eu questionava e ela ficava com muita raiva com um sutil toque de “eu sou a médica, você a paciente, cala a sua boca”.

Será que todo medico se sente assim? Por cima das pessoas? Deuses? Senhores de todo o saber?

Eu agüentei firme e forte o joguinho dela, de 11 laudos e vários exames que fiz, ela apenas olhou rapidamente 3 laudos e 1 único exame. Ela se quer olhou minha pasta enorme cheia de coisas que fiz nesses 5 meses.

Nos 3 laudos que ela leu meu IMC variou entre 39,5 e 40,2 e ela falou que isso não provava que eu precisava operar.

Quando eu respondi a ela que meu IMC estava com variação por conta dos diferentes lugares que fui pesada e em épocas diferentes, com uma diferença de 4 meses entre as pesagens seria normal eu ganhar ou perder literalmente 1 ou 2 quilos e que eu poderia me pesar naquele momento para ela ver quanto estou pesando.

Nessa hora ela surtou…

Ela disse que eu estava muito nervosa, que eu estava interrompendo ela. Eu só respondi com um “não estou nervosa, só estou esclarecendo uma indagação sua”.

Nesse momento ela saltou o olho pra cima de mim, e vou ser sincera … eu estava calma mesmo, se estivesse nervosa eu teria saído da sala na primeira frase que ouvi.

O único exame que ela olhou foi o de sangue, e ela falou que como não tenho colesterol alto e não sou diabética eu não preciso operar.

Ela falou diversas vezes e de diversas maneiras que eu não preciso operar.

Fez insinuações absurdas, a pior foi insinuar que eu não tinha aquele peso que estava nos laudos que ela viu e mesmo assim ela não me pesou na balança q estava o meu lado durante toda a perícia e que falei pra ela me pesar e comprovar.

Não uma insinuação, mas uma afirmação da médica foi que eu não sinto dor na coluna. Nessa hora eu quase me levantei, mas acho q fiquei meio fraca e meu olho começou a encher de lágrima pensando na dor insuportável q sinto quase todos os dias no joelho esquerdo e no lado esquerdo da minha lombar. E qual o direito daquela vaca em me chamar de mentirosa dizendo que não sinto dor?

Depois de todo o terrorismo, quando eu já estava com o pensamento longe a respeito de advogados conhecidos, pensando sobre como seria corrida a vida de entrar na justiça pelo meu direito ela falou assim...

Qual é a comorbidade que vc mais se sente afetada?
Mais uma vez fui responder e ela me interrompeu literalmente na primeira palavra...DOR.

E ela disse para eu procurar um laudo de um ortopedista para comprovar se eu realmente sinto dor, coisa q ela duvidava, e se eu sinto alguma dor para o laudo comprovar que minha perda de peso melhoraria isso. Ela também pediu que meu cirurgião refizesse o pedido dele com uma data mais próxima da cirurgia para não ter problemas burocráticos e remarcar a perícia mais uma vez.

Sai de lá arrasada, pensando como poderia jogar tanta coisa fora por causa de um único NÃO.
Mais uma vez pensei... eu não vou desistir agora que está tão perto por causa de uma médica estúpida e egocêntrica dessas.

Na saída do consultório tinha uma placa na porta do consultório escrita assim..
“nossa missão é oferecer suporte a saúde, promovendo uma maior qualidade de vida”

Eu ri...

Mais uma vez meu olho encheu de lágrima...

Tomei um copo d’água... e pensei comigo que não poderia parar e desistir ali.

Fui até a secretária marcar minha nova perícia e enquanto ela olhava a agenda eu pensei que ia dar um jeito de conseguir tudo oque na imaginação daquela babaca da perita faltava.

Ainda no estacionamento elaborei minha agenda, e fui direto atrás de um ortopedista, um médico ótimo que eu freqüento há mais de 8 anos por conta de DOR. Cheguei no consultório lotado e falei pra secretária que eu só iria sair de lá quando ela me arrumasse uma vaga ainda naquele dia.

4 horas depois...

Consegui minha consulta, o ortopedista foi muito gente boa comigo, lembrou de todo meu histórico de dor, lembro da minha mãe que ele operou há uns 4 anos e disse que minha decisão pela cirurgia era a melhor que eu poderia tomar e que ele ia fazer um laudo pra mim muito bem feito e que tudo daria certo, pra eu ficar tranqüila.

Meu retorno com ele ficou para amanhã. Também liguei para a secretária do meu cirurgião que vai providenciar o novo pedido.

Com essas 2 coisas em mãos volto para a pericia daqui 9 dias somente, faltando 3 dias para minha cirurgia.

Na teoria aquela vaca mal comida não vai ter motivos para não me dar autorização, mas sabe-se lá oque vai acontecer.

Recapitulando...

• Meu IMC atual é de 40,2.
• Tenho cerca de 9 comorbidades assinadas pelo meu cirurgião
• Tenho 11 laudos comprovando essas comorbidades e me atestando para a cirurgia
• TODOS os médicos e profissionais de saúde que freqüentei me recomendaram a cirurgia.
• Estou correndo atrás de exames, palestras e consultas há quase 6 meses.
• Tenho esse plano de saúde há quase 10 anos.
• Nunca fiz uma cirurgia por esse plano de saúde

Agora é aguardar mais 9 dias para a nova perícia.

4 comentários:

Clau disse...

Mas q médica FDP, MALDITA E MAU-AMADA!!!!! eu daria um soco na cara dela, até meu marido ficou c/ raiva. Esse povo metido a sabe tudo...eles não sabem de nada, são um bando de gentinha metida a besta. Meu marido falou q ele chamaria a polícia...rsrsrsrsr.
Mas olha, fique tranquilha q tudo dará certo, vc vai esfregar essa o laudo do ortopedista na cara dessa desgraçada. Quem ela está pensando q é...achar q vc está mentindo...
Isso é um absurdo eu estou pasma.
Mas te desejo sorte amiga e relaxa pq vingança é um prato q se come frio e pelas bordas. kkkkkkkkkkk.
beijos

claudia disse...

Não desanima, amiga. Fica mais forte ainda agora pq tenho certeza que vc vai conseguir. Eu fico pensando que essa fdp de perita deve ser instruída pelo plano para barrar mesmo quem tem que fazer uma cirurgia que não é de emergência. Porque assim muitas pessoas desistem. Mas vc não vai desistir e mesmo que na próxima ela se negue, lembre que se vc entrar com uma ação, com esses laudos não tem como vc não ganhar. Beijinho e "guenta firme"!

Fabiola Neves disse...

Linda,
Tenha calma!
Operar é uma saga mesmo!!! Mas o importante é que vc é guerreira.
Estou orgulhosa de vc pq não desistiu.
Força, guerreira!!!!
E essa vaca mal amada aí, se negar, vai se dar mal pq vc vai entrar na justiça... e aí, gata! É só uma questão de tempo.
Mas... isso é uma hipótese que não devemos esperar.
O que devemos pensar, acreditar e ter fé é que vc vai conseguir sim essa autorização da próxima vez...
Força amiga, força na peruca mais que nunca agora!!!
Torço por vc...
Beijinhos

Itelba Gomes Maia disse...

Afff...to com raiva por vc..se na proxima ela falar mais alguma merda, diga a ela que segundo a Lei com imc de 40 vc não precisa ter comorbidade, os planos são obrigados a operar esta na lei. E que se ela prefere assim vc vai entrar na justica e conseguir alem da sua cirurgia uma indenização por dano moral, ja que ela insinuou que vc mentia. E outra dica ja leva uma testemunha para participar com vc, para vc ferrar com essa medica de B...Aff Desculpa mas fico mto mto irritada.
Em todo caso tenho certeza que vai dar tudo certo..tbem tive uns destemperos com meu plano, mas ai dei uma apelada e eles logo liberaram.
Bju grande e mta força